Espalhando boatos

Ainda me lembro dos meus curtos dias de estudante do Colégio Equipe, dias estes que, quem me conhece, sabe que foram desastrosos. Mas se tem uma coisa que eu aprendi como Equipano, que não aprenderia em lugar algum, essa coisa é espalhar boatos.

Não me lembro nem o dia, muito menos o nível de concentração na aula que eu tinha naquele momento, (fontes seguras revelam que a concentração era nula), só lembro que, ao avistar minha colega Isadora, colega no sentido real, já que nunca troquei mais de duas palavras com ela, decidi que aquele dia era seu aniversário.

O primeiro a entrar na jogada foi o Octávio, um garoto que costuma conversar comigo sobre coisas idiotas, alias, Octávio, se você ler isso, você me deve dois reais, desgraçado. Enfim, eu contei pra ele sobre o aniversário, disse que era segredo, sempre fui muito hábil com as palavras, ou ele era burro. Não sei direito.

Em poucos minutos a sala toda sabia do aniversário. Ninguém, veja você, se preocupou em checar com a garota, que só pode esclarecer depois do segundo ‘parabéns à você’ entoado pela classe.

O fato de estar ressuscitando um fato tão antigo tem um proposito. Mas poderia não ter, afinal, o blog é meu e você não me paga nada pelo esforço quase homérico de buscar textos no fundo do meu hipocampo, com o objetivo de te entreter. Bom, o motivo é, repeti a experiência, de uma forma mais desorganizada e incerta, esses dias.

Resolvi que era um bom dia para ser aniversário de alguém, não me lembro quem… Ah! A Naty. Era aniversário da Naty.

Fiquei exatamente dez minutos tentando espalhar esse boato, tentando a todo custo usar palavras grandes, assim as pessoa achariam que sou esperto, e não duvidariam. Engano. Ninguém, e quando eu digo ninguém, isso inclui o Enzo E o Marcos, acreditou.

Agora responda:

    a) Ninguém acreditou pois você perdeu seus poderes manipulativos (rizada maléfica aqui)
    b)
    Ninguém acreditou porque os alunos de sua nova/velha escola são mais inteligentes.
    c)
    NDA. Explique nos comentários.
Anúncios

10 Respostas para “Espalhando boatos

  1. A resposta correta eh sem duvidas a B

    pois a questão por um acaso me inclui … ;]

  2. c)
    Duas citações sobre manipulação:
    “Você pode conseguir muito mais do que quer com palavras gentis e uma arma do que somente com palavras gentis” Al Capone
    “As massas tendem a acreditar mais numa grande mentira do que numa pequena” Adolph Hitler

    Logo, se supoe que não deu certo porque você não chegou na sala de aula com 2 uzi atirando no teto e gritando “os alienigenas estão estuprando os alunos do ²ºC!”

  3. Eu rí do comentário do Brian, anyway… talvez porque sabiam o dia certo do aniversário, não? o:

  4. b- Ninguém acreditou porque os alunos de sua nova/velha escola são mais inteligentes.

    logiko q eu e o enzo somos mais inteligentes XD

  5. @Zanes
    Quem decora o aniversário dos colegas de sala? Ora, francamente…

  6. c) Sua reputação é manchada e ninguém acreditou em você.

  7. eskeçe a alternativa B descobri q o povo da sala caiu no boato q era meu niver XD

  8. C) eu acho que o povo do sagrado é lerdo demais e nem entendeu o que você estava falando. (Y)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s